sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

O AMANHÃ...

“Não sabemos o amanhã!”
Dizes com tanta certeza…
“Espera pela manhã,
a noite traz-nos clareza.”
Mas o amanhã dá-me receio…
O amanhã envolve-me de esperança.
E o caminho leva-me ao desvaneio
de imaginar como uma criança.
Gosto do imediato… do agora.
Sentir todos os dias, que posso
ter-te a qualquer hora
e que o presente é nosso!
E se um dia o amanhã não chegar,
não trouxer com ele o sol,
que a noite nos permita amar
e nos aqueça como um lençol.
Autor: Sandra Isabel (As Palavras não têm Sono)
reservado direitos de autor

Sem comentários: